Este site possui certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores como:Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

¡PROMOCIÓN ESPECIAL! FlashLED SOS V16 + App SOS Alert + Envío Gratis AHORA POR 49,90 €

Como realizar uma parada de emergência corretamente

Apesar de seguirmos todas as dicas e indicações para uma condução segura, existe sempre o risco de acidente devido a fatores externos, razão pela qual muitas vezes somos obrigados a reagir rapidamente, provocando uma paragem de emergência. Mas as condições climáticas e externas nem sempre serão favoráveis, e esse é um factor fundamental a ter em conta.

Então, qual a melhor forma de realizar a frenagem de emergência ideal em cada situação?

  • Frenagem em linha reta: Na maioria dos casos nos encontraremos em situações em que teremos que frear em linha reta. Para isso, devemos pisar forte no pedal do freio e manter o volante reto para maximizar a aderência dos pneus ao asfalto.
  • Frenagem em curva: Se precisarmos frear antes ou durante uma curva, devemos pisar com muita força no pedal do freio e pisar na embreagem enquanto giramos levemente o volante para aproveitar toda a largura da nossa pista. Se não houver veículos em sentido contrário, também podemos aproveitar toda a largura da estrada.
  • Frenagem de emergência com obstáculo: Neste caso, devemos pisar forte no pedal do freio e girar levemente o volante para manter o contato do veículo com o solo. Deve-se levar em conta que se fizermos uma curva muito brusca, perderemos aderência e a distância de frenagem aumentará.
  • Travagem na chuva: O procedimento é semelhante ao da travagem em piso seco, mas aqui o tempo e a distância de travagem serão maiores devido às condições meteorológicas. Por isso é muito importante estar sempre atento para poder reagir o mais rápido possível.

Carrinho

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.